5 dicas para favorecer a gravidez, e não confies em remédios naturais

Rate this post

Os remédios caseiros não ajudam a aumentar a fertilidade apesar de a cultura popular, alertou o especialista em Ginecologia mediQuo, David Rodríguez.


Embora hoje em dia conceber um bebê pode ser difícil para alguns pais, é importante não se deixar guiar por conselhos sem base científica conhecida, e recorrer a fontes confiáveis, como a consulta médica, para informar corretamente.


Entre outros fatores, o stress, a própria impaciência e a circulação na Internet de inúmeros mitos, fazem com que a tentativa de engravidar pode ser adiada mais de loo que esperamos.


“A eficácia de produtos como a maca, o óleo de prímula ou inositol, são alguns dos mitos mais comuns que devem desterrarse, já que não há estudos científicos que o comprovem”, quis sublinhar o doutor.


Por isso, se você está pensando em aumentar a família, David Rodríguez recomenda cinco conselhos que tanto o homem como a mulher podem seguir para favorecer a gravidez:


1.- Manter uma dieta saudável e equilibrada. A nutrição é a chave para a busca do bebê. A alteração da ingestão de alimentos pode causar irregularidades nos ciclos menstruais. É importante ter uma dieta baseada em alimentos saudáveis e variados, como vegetais, frutas, cereais e legumes e reduzir o consumo de açúcar, hidratos de carbono refinados e carnes vermelhas.


2.- Exercício. Fazer exercício físico de forma regular sempre é benéfico para a saúde. Ajuda a reduzir a diabetes, os riscos cardiovasculares ou a tensão alta, entre outras patologias. Caminhar, praticar pilates ou yoga são algumas das atividades que, além de ajudar a se sentir melhor com você mesmo, melhoram a circulação sangüínea, o equilíbrio hormonal e reduzem o estresse.


3.- Estar no peso ideal. É a chave para a busca do bebê. Doenças como a obesidade ou anorexia, são fatores que afetam a fertilidade e a saúde do pai e, como consequência, pode causar complicações durante a gravidez.


4.- Stop ao tabaco e às bebidas alcoólicas. Imprescindível eliminar estes produtos tóxicos da vida diária, pois reduzem a fertilidade e podem causar abortos espontâneos.


5.- Evitar o estresse: o estresse é o pior inimigo da fertilidade. Tenho de encarar as coisas com calma. Sua obsessão com manter relações sexuais somente durante os dias de ovulação, com o objetivo de ficar grávida não é uma boa estratégia para ser mãe. Há que tentar aproveitar esta fase com o casal da melhor maneira possível.