Disfunção erétil – Tratamento para a Disfunção.

Rate this post

Se você está sofrendo de um transtorno de disfunção erétil, um problema hormonal pode ser a sua causa.

As deficiências ou aumento de determinados hormônios pode causar este tipo de problemas, seja a prolactina, hormônios, esteróides, testosterona, etc.

Muitos homens para combater a disfunção erétil estão usando o Maxcontrol para tratamento e combate a impotência sexual,

A disfunção erétil é responsável por, pelo menos, 5% dos casos de impotência nos homens, mesmo durante anos foi considerado receitar hormônios de diferentes tipos de homens que apresentavam problemas de impotência.

No entanto, apesar de que um criado que tomar hormônios favorece a diminuição da disfunção hormonal, nem sempre é assim.

A grande maioria dos casos, este tipo DE está ligada à diminuição do hormônio masculino conhecido como a testosterona, a falta da mesma não só pode provocar o transtorno, mas também a diminuição do desejo sexual. Neste caso, é receitado um complemento do mesmo hormônio.

Mas a tomada indiscriminada de outro tipo, como por exemplo, a prolactina, hormônios tireoidianos, cortisol e outros, colaboram com a redução da testosterona e não só não resolve o problema, mas sim que, além disso, piora.

Entre as diferentes causas da impotência masculina hormonal, além da baixa produção de testosterona:

Hormônios da tireoide: Tanto o hipotireoidismo como o hipertireoidismo, podem ser a causa de um baixo desempenho sexual. Mais de 50% dos casos pode resolver o problema controlando o funcionamento da tireoide.

Rodapé: A insuficiência adrenal, seja primária ou secundária, associada ao mau desempenho sexual em relação às erecciines, por uma baixa produção em glocuo coricoides, moneralcorticoides, sulfato de dehidroepiandrosterona, andrógenos supra-renais dehidroepiandrosterona, e androstendiona.

Estradiol: trata-Se de um hormônio feminino, claro que não é funcional na ereção, no entanto, se houver um excesso desse hormônio no organismo masculino, pode causar problemas de ereções e estádios do brasil;.

Metabolismo lipídico: Apesar de que não se trata de um mau funcionamento hormonal, está enquadrado como um transtorno de origem metabólico e endócrino. A dislipemia é um dos fatores de risco que colaboram com o aparecimento da disfuncion.. O mesmo acontece com a diabetes mellitus, que é causador de uma grande percentagem de homens que sofrem de impotência.

Hiperprolactinemia: O final dos casos mais conhecidos sobre os hormônios e a disfuncion). é sobre a prolactina, trata-se de um hormônio polipeptídeo que é produzido pela glândula pituitária. A produção deste hormônio foi descoberta no ano de 1933, e ainda não se tem muita informação sobre a função dentro do organismo masculino. No entanto sabe-se que é um hormônio que eleva a produção de prolactina, o que tem como resultado uma alteração tanto no comportamento sexual, como no reprodutivo.

Se você tem uma disfunção erétil, é recomendável que consulte um profissional, para que através dos estudos correspondentes, pode-se chegar à conclusão sobre qual é a causa exata do problema, desta forma, poderá realizar o tratamento adequado.